Dieta vegetariana está associada ao menor risco de doença renal crônica

Dieta vegetariana está associada ao menor risco de doença renal crônica

Indivíduos vegetarianos e veganos têm menor chance de desenvolver doença renal crônica quando comparados com indivíduos onívoros, de acordo com resultados de estudo recentemente publicado no periódico Nutrients.

Trata-se de estudo transversal que, com análise multivariada, avaliou a associação entre dieta vegetariana estrita, ovo-lacto-vegetariana e onívora de 55.113 indivíduos. Os participantes preencheram um questionário para avaliação demográfica, de histórico médico, padrão de dieta e estilo de vida; e a doença renal crônica foi definida como taxa de filtração glomerular <60 mL / min / 1,73 m² ou a presença de proteinúria.

De acordo com os resultados, doença renal crônica foi significativamente menos comum no grupo vegetariano estrito em comparação com o grupo onívoro. A análise de regressão logística multivariável revelou que dietas vegetarianas, incluindo dietas vegetarianas estritas e ovo-lacto-vegetariana, foram possíveis fatores de proteção para a doença.

Vale ressaltar que o estudo apresenta limitações, como não haver informações detalhadas sobre o tamanho das porções, ingestão calórica ou composição nutricional dos alimentos consumidos pelos participantes. Outra limitante refere-se ao desenho do estudo que, transversal, não permite estabelecer relação causal entre dieta vegetariana e prevalência de doença renal crônica.

No entanto, este é o primeiro estudo a mostrar associação entre diferentes padrões alimentares vegetarianos e doença renal crônica, e pode ser um ponto de partida para explorar mais afundo essa relação.

Referência
Hao-Wen Liu, Wen-Hsin Tsai, Jia-Sin Liu, and Ko-Lin Kuo. Association of Vegetarian Diet with Chronic Kidney Disease Nutrients. 2019 Feb; 11(2): 279.

Deixe uma resposta

Fechar Menu