Você está visualizando atualmente Biomarcadores salivares no diagnóstico do câncer de mama

Biomarcadores salivares no diagnóstico do câncer de mama

O câncer de mama (CM) é a principal causa de morte e a neoplasia maligna mais frequente em mulheres no mundo, aumentando seu número de casos rapidamente em países desenvolvidos.

O diagnóstico precoce é um pilar importante para uma boa resposta ao tratamento terapêutico e na redução do impacto emocional, físico, social e financeiro das pacientes com CM, mas  muitos são os desafios e barreiras para esse diagnóstico precoce acontecer.

A detecção de biomarcadores derivados de tumores, por biópsia líquida de fluídos sanguíneos e salivares vem atraindo olhares da medicina personalizada e preventiva, pela possibilidade de avaliação diagnóstica precoce, podendo ser utilizado antes mesmo do aparecimento de sinais clínicos do câncer. A saliva pode ser utilizada para avaliar, rastrear, diagnosticar e acompanhar o CM,  mas ainda é preciso determinar quais biomarcadores salivares fornecem a sensibilidade e especificidade necessária para a detecção.

Estudo visou definir quais seriam os valores de diagnóstico dos biomarcadores salivares avaliados em pacientes com CM comparando os resultados com pacientes sem CM, além de sua efetividade na investigação do CM, avaliando 14 estudos disponíveis na literatura em uma revisão sistemática com meta-análise regressiva, publicados entre os anos 2000 e 2021, com total de 8.639 pacientes.

Foram avaliadas 4.149 pacientes com CM e 4.490 pacientes sem CM. Os dados foram avaliados em subgrupos de pacientes com mais ou menos de 52 anos, saliva estimulada ou não estimulada, método utilizado para medição de biomarcadores (metabolômica, proteômica, transcriptômica, entre outros) e tipo de controle.

Os pesquisadores descobriram que os biomarcadores salivares tiveram resultados variados de bons a excelentes no diagnóstico de CM, indicando um valor de 2,58 vezes mais chance da paciente com câncer de mama ter o teste positivo quando comparadas com o grupo controle saudável. Além disso, os resultados também mostraram que a saliva não estimulada tinha resultados mais aceitáveis de avaliação química do que a saliva estimulada. Comparando todos os padrões de avaliação, os pesquisadores concluíram que a proteômica salivar é o melhor método de avaliação, revelando maior sensibilidade e especificidade no diagnóstico do câncer.

O exame de avaliação salivar em busca do câncer foi apontado como promissor e não invasivo, chegando a 85% de confiança, sugerindo que o teste pode ser utilizado na triagem do CM por distinguirem o câncer de indivíduos saudáveis com boa precisão, porém,  mais estudos devem ser feitos evitando efeitos de confusão como etnia, idade, estilo de vida e estágio da doença.

Referência: Koopaie M, Kolahdooz S, Fatahzadeh M, Manifar S. Salivary biomarkers in breast cancer diagnosis: A systematic review and diagnostic meta-analysis. Cancer Med. 2022 Jul;11(13):2644-2661. doi: 10.1002/cam4.4640. Epub 2022 Mar 22. PMID: 35315584; PMCID: PMC9249990.

Deixe um comentário

Por favor, aguarde.
Carregando...

Por favor, aguarde.
Carregando...