Novos Critérios de Desnutrição da ESPEN em Idosos

O envelhecimento populacional está ocorrendo de forma acelerada mundialmente. Estima-se que em 2050 haverá no mundo 7,7 bilhões de idosos, e em países em desenvolvimento a frequência é ainda maior. Como no Brasil, que ocupa o 6º lugar entre os países do mundo. Em consequência ao envelhecimento, ocorrem modificações morfológicas e fisiológicas em todo o organismo, que acarretam, entre outras consequências, redução da capacidade funcional, perda de massa muscular e aumento de risco de mortalidade.

Conhecer métodos de avaliação do estado nutricional com valor prognóstico é de extrema importância para guiar a conduta nutricional adequada nesta faixa etária.

No Ganepão 60 nutrisegundos desse mês, compartilhamos o resultado do estudo recém-publicado na conceituada revista Nature, que avaliou o valor prognóstico para mortalidade dos novos critérios de diagnóstico de desnutrição da ESPEN em idosos.

Não deixe de assistir!

#compartilheciencia #compartilheconhecimento #ganepao2018 #ganepao60nutrisegundos #avaliacaonutricional #idoso #desnutricao

Por: Giliane Belarmino e Dan L Waitzberg

Referência:

Jiaojiao JiangXiaoyi HuJing ChenHaozhong WangLei ZhangBirong DongMing Yang. Predicting long-term mortality in hospitalized elderly patients using the new ESPEN definition. 2017, Scientific Reports 7: 4067.

Cederholm, T. et al. Diagnostic criteria for malnutrition – An ESPEN Consensus Statement. 2015, Clinical Nutrition. 34: 335–340.

Deixe uma resposta

Fechar Menu