You are currently viewing Dieta com baixo teor de carboidratos está associada à remissão do diabetes

Dieta com baixo teor de carboidratos está associada à remissão do diabetes

Uma revisão sistemática de ensaios clínicos randomizados sobre a eficácia e segurança das dietas com baixo teor de carboidratos e das dietas com muito baixo teor de carboidratos foi publicada em janeiro no periódico The BMJ.

Com base em uma alimentação de 2.000 kcal/dia, os pesquisadores definiram “dieta com baixo teor de carboidratos” como ingestão diária de < 130 g de carboidratos ou < 26% de calorias de carboidratos; e “dieta com muito baixo teor de carboidratos” como ingestão diária de < 50 g de carboidratos ou < 10% das calorias de carboidratos. Eles se concentraram em intervenções que duraram pelo menos 12 semanas em adultos com diabetes tipo 2.

No total, 23 estudos com 1.357 participantes preencheram os critérios de inclusão no estudo; 52% dos trabalhos usaram dietas com muito baixo teor de carboidratos e 78% usaram dietas com baixo teor de gordura como método comparativo. A faixa etária média dos pacientes foi de 47 a 67 anos e a duração do tratamento variou de três meses a dois anos.

As dietas com baixo teor de carboidratos foram associadas a uma maior taxa de remissão do diabetes (definida como hemoglobina glicada < 6,5%) no sexto mês, em comparação com as dietas usadas como controle, com 57% versus 31% (p < 0,001 para efeito geral).

Aos 12 meses, os dados sobre remissão eram escassos, variando de um pequeno efeito a um risco trivial de aumento do diabetes.

A análise por subgrupos demonstrou que os pacientes fazendo dieta com baixo teor de carboidratos haviam obtido maior perda ponderal no sexto mês do que aqueles que seguiram alguma das dietas de controle, com uma redução média de 3,46 kg. No entanto, os pesquisadores observaram que no 12º mês qualquer benefício de perda ponderal era “trivial e insignificante”.

Um padrão semelhante foi observado para as reduções nos níveis de hemoglobina glicada e glicemia de jejum com dietas com baixo teor de carboidratos: importantes reduções observadas aos seis meses praticamente desapareceram aos 12 meses.

As dietas com baixo teor de carboidratos também foram associadas a maiores reduções na medicação para controle do diabetes e benefícios clinicamente importantes” nos triglicerídeos e resistência à insulina em 6 e 12 meses, disse a equipe.

Vale destacar que o estudo tem uma série de limitações, entre elas, a definição de remissão do diabetes, que é um tema extensamente debatido, bem como as questões de segurança levantadas sobre as dietas com baixo teor de carboidratos.

Os autores concluem que dietas com baixo teor de carboidratos de curto prazo devem ser consideradas para o controle do diabetes tipo 2, enquanto medicação para o controle do diabetes é ajustada conforme necessário.

Deixe uma resposta

Por favor, aguarde.
Carregando...