Impacto da suplementação pré-operatória com nutrientes de ação imunomoduladora em pacientes submetidos à cirurgia de câncer gastrintestinal

Impacto da suplementação pré-operatória com nutrientes de ação imunomoduladora em pacientes submetidos à cirurgia de câncer gastrintestinal

Nas últimas duas décadas, diversos estudos foram realizados com o intuito de avaliar os benefícios da oferta de imunonutrientes como modificador do resultado pós-operatório.

Recentemente revisão sistemática e metanálise, publicada em revista cirúrgica de alto impacto, avaliou 16 estudos prospectivos, randomizados e controlados que incluíram 1387 pacientes com câncer gástrico.

Os doentes, por 5 a 7 dias antes da cirurgia, receberam diariamente suplementação de 750 a 1000 mL de uma fórmula nutricional imunomoduladora (contendo arginina, glutamina, ácidos graxos ômega-3 e nucleotídeos) ou fórmula isocalórica e isoproteica .

Os pesquisadores observaram que no grupo que recebeu a suplementação com fórmula imunomoduladora houve redução significativa de complicações infecciosas pós-operatórias em relação ao grupo de pacientes que receberam fórmula nutricional padrão ou não foram suplementados. No entanto, não houve diferença significativa para outras variáveis estudadas, como tempo de permanência no hospital, complicações não infecciosas e mortalidade até 30 dias de pós-operatório.

Os autores concluem que, dado o baixo risco de efeitos colaterais, esses bons resultados fornecem argumentos para incentivar a suplementação imunomoduladora para pacientes submetidos a cirurgia para câncer do sistema gastrointestinal.

Referência:
Adiamah A, Skořepa P, Weimann A, Lobo DN. The Impact of Preoperative Immune Modulating Nutrition on Outcomes in Patients Undergoing Surgery for Gastrointestinal Cancer: A Systematic Review and Meta-analysis. Ann Surg. 2019 Aug;270(2):247-256.

Deixe uma resposta

Fechar Menu