Suplementação de Ômega 3 melhora distúrbios de Autismo

Suplementação de Ômega 3 melhora distúrbios de Autismo

A suplementação de ácidos graxos ômega 3 pode melhorar hiperatividade, letargia e estereotipia em crianças com distúrbios do espectro do autismo.

Meta-análise, recentemente publicada, incluiu 34 estudos clínicos randomizados com objetivo de comparar resultados da suplementação de ácidos graxos ômega 3 vs placebo no tratamento de pacientes com distúrbios do espectro de autismo (DEA).

Dos estudos escolhidos, apenas 6 foram considerados elegíveis que resultaram em 194 pacientes incluídos.

A suplementação de ácidos graxos ômega 3 melhorou, em indivíduos com DEA, a hiperatividade (diferença média = -2.692, intervalo de confiança de 95% [CI] = -5.364 para -0.020, P = 0.048, estudos = 4, n = 109), letargia (diferença média = -1,969, IC 95% = -3,566 a -0,372, P = 0,016, estudos = 4, n = 109) e estereotipia (diferença média = -1,071, IC 95% = -2,114 a -0,029, P = 0,044, estudos = 4, n = 109).

Não houve diferenças significativas entre a suplementação de ácidos graxos ômega 3 vs placebo na avaliação global do funcionamento (n = 169) ou capacidade de resposta social (n = 97).

Os autores sugerem que a suplementação de ácidos graxos ômega 3 possa melhorar a hiperatividade, a letargia e a estereotipia em pacientes com autismo.

Referência

Cheng YS, Tseng PT, Chen YW, Stubbs B, Yang WC, Chen TY, Wu CK, Lin PY. Supplementation of omega 3 fatty acids may improve hyperactivity, lethargy, and stereotypy in children with autism spectrum disorders: a meta-analysis of randomized controlled trials. Neuropsychiatr Dis Treat. 2017 Oct 4;13:2531-2543.

Deixe uma resposta

Fechar Menu